Consultoria F. Iniciativas mira faturamento de R$ 35 milhões em 2018

28/03/2018

Consultoria F. Iniciativas mira faturamento de R$ 35 milhões em 2018

Consultoria F. Iniciativas mira faturamento de R$ 35 milhões em 2018

A F. Iniciativas, consultoria especializada na gestão de incentivos fiscais e financiamento à Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), definiu sua meta de faturamento para 2018: R$ 35 milhões.

Ao todo, os projetos conduzidos pela consultoria geraram cerca de R$ 910 milhões de investimentos em P & D e uma dedução fiscal de mais de R$ 230 milhões às empresas clientes. Desde a sua chegada ao Brasil, a consultoria ampliou o número de clientes em 27 vezes e, nos últimos anos, cerca de 40% do faturamento da empresa foi decorrente de novos negócios.

Segundo a companhia, o Brasil já corresponde a mais de 10% do faturamento mundial do grupo, que possui atuação em nove países, atrás somente de França e Espanha, e à frente de Portugal, Chile, Canadá, Reino Unido e Bélgica. ”

Rafael Costa, gerente de operações da F. Iniciativas, comenta que a operação brasileira é vista com muito otimismo pela corporação. “Temos um mercado continental, principalmente comparado às nossas unidades europeias. O anseio é que com a retomada da economia e com a otimização dos conceitos dos incentivos, tornando-os mais abrangentes, consigamos manter nossa excelente margem de crescimento”, destaca.

 

Lei do Bem

Os projetos para uso dos incentivos fiscais da Lei do Bem são o carro-chefe dos negócios da F. Iniciativas no país, correspondendo a 90% do seu faturamento. Criada em 2005 pelo extinto Ministério da Ciência e Tecnologia, (MCTIC), a Lei 11.196 tem por objetivo estimular o desenvolvimento em inovação tecnológica no Brasil, por meio de concessões de incentivos fiscais para as empresas que desenvolverem novas tecnologias no território nacional.

Mais de 500 projetos de Lei do Bem foram já conduzidos pela F. Iniciativas, que geraram cerca de R$ 185 milhões em dedução fiscal para os clientes participantes. No ano-base 2016, a F. Iniciativas foi responsável por cerca de 30% das empresas que apresentaram candidaturas à Lei do Bem.

No entanto, de acordo com a consultoria, apenas 991 empresas usufruíram dos incentivos fiscais concedidos pelo governo federal, o que representa um aproveitamento de menos de 1% das empresas, segundo dados do IBGE.

CATEGORíA: 

Add new comment